sábado, 27 de outubro de 2012

Use um LCD TFT Nokia N82 com Arduino

Os LCDs de celulares de certa forma são fáceis de encontrar, como em algumas lojas especializadas ou até mesmo em alguns sites especializados. Talvez a maior dificuldade de se usar estes tipos de LCD é o fato de não termos as funções básicas como plotar um pixel, e isso depende muito do tipo de controlador utilizado. Como geralmente o mercado de celulares, tablets, etc. ditam o mercado de LCDs TFT, os modelos são fabricados de acordo com características especificadas pelo montador final,e é difícil de encontrar mais dados. Felizmente os esforços de vários desenvolvedores no mundo em um trabalho de engenharia reversa, está sendo possível a reutilização destes LCDs. Andy em seu blog mostra o seu trabalho de engenharia reversa e ele conseguiu usar um LCD TFT Nokia N82 com Arduino, onde este trabalho foi desde a parte de hardware até o desenvolvimento da biblioteca para uso no Arduino. Claro que a biblioteca pode ser adaptada para qualquer microcontrolador. Confira mais detalhes sobre o uso do LCD TFT Nokia com Arduino em http://andybrown.me.uk/wk/2012/08/19/nokia-n82-arduino/


Veja uma demonstração do LCD em funcionamento:


Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Faça você mesmo um computador caseiro

Na segunda metade da década de 70 e início dos anos 80 era comum a venda de kits para que a pessoa monte o seu próprio computador. Foi desse jeito que várias empresas surgiram como a Apple, com um computador "caseiro" montado por Steve Jobs e Steve Wozniak. Hoje em dia no máximo é feita a integração das partes como placa-mãe, memórias, processadores, etc. Agora, você já imaginou montar um computador "caseiro", do zero, isto é, a partir de um projeto de hardware, montagem e inclusive a adaptação de um sistema operacional? Simon Ferber fez um computador caseiro baseado no processador MC68008 e outros CIs que fazem a periferia do computador, como UART, teclado, etc, e até Ethernet para a conexão na rede. Confira algumas características deste computador: 

  • CPU: MC68008, clock de 10MHz
  • RAM: 4MB DRAM, VRAM dedicada de 512KB
  • Vídeo: Yamaha V9990 Processador exibição de vídeo
  • Áudio: 2 SID estéreo (MOS6581 ou MOS8580)
  • Armazenamento: IDE / ATA e interface de disquete (WD177x)
  • Relógio de tempo real:  Epson RTC72421
  • Rede: 10base-T Ethernet (CS8900A)
  • Interfaces: PS/2 para teclado e porta para mouse, duas portas de joystick do Atari estilo portas RS232 e paralela
  • ROM: 32KB EPROM com IDE/ATA e código de inicialização
  • Sistema operacional: BASIC 68K melhorado
Confira mais detalhes deste computador em http://www.ist-schlau.de.nyud.net/



computador caseiro

"O homem ainda é o computador mais extraordinário de todos." (John F. Kennedy)

Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Nota de aplicação: usando memória Flash de alta densidade AT45XXX

É fato que o uso de memórias de grande capacidade é comum para algumas aplicações, desde um simples datalogger até mesmo para guardar uma página WEB embarcada em aplicações como servidor HTTP, e tantas outras. Uma nota de aplicação da Atmel mostra o uso de memórias Flash serial de grande densidade, interface SPI, AT45XXX, com capacidade de 1Mbit até 64Mbit. Na mesma nota de aplicação é mostrada dicas de configuração e uso em diversos microcontroladores. Mais detalhes você oide encontrar em http://www.atmel.com/Images/doc0842.pdf 


Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Tutorial sobre conexão Ethernet (TCP/IP) com Arduino

Hoje em dia está se tornando comum aplicações onde existe a possibilidade de conexão com a Internet, independente do meio. Temos ai componentes que facilitam a nossa como o ENC28J60 da Microchip, que de certa forma popularizou tais aplicações. Claro que a própria Microchip fornece a pilha TCP/IP, que preferencialmente deve ser usado somente com os microcontroladores PIC, mas com um pouco de habilidade do programador pode-se ser adaptado para qualquer um, já que é modular. Outras pilhas TCP/IP com o uso do ENC28J60 estão disponíveis e com o Arduino não é diferente! Luca em seu blog escreveu um tutorial bastante interessante para a conexão Ethernet com shields que contenham o ENC28J60, desde o básico como a criação de uma simples página até aplicações complexas como manipulação de formulários usando método GET. Confira este tutorial em http://www.lucadentella.it/en/category/enc28j60-arduino/

Ethernet shield ENC28J60 Arduino

Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Conversão de controle de NES para USB com PIC18F4550

Faz muito tempo que o NES (Nintendo Entertainment System, aqui no Brasil mais conhecido como Nintendinho) foi um dos passatempos preferidos com jogos clássicos como Super Mário Bros., Rockman (Mega Man), Street Fighter, 1942 e tantos outros. Que tal reviver estes tempos? Hoje temos vários emuladores, como MAME, que emulam um NES. Para que a diversão fique mais próxima daqueles bons tempos, Andres em seu blog mostra uma interface bastante interessante com o microcontrolador PIC18F4550 com um controle de NES para o PC, cujo código-fonte foi desenvolvido no compilador CCS, facilmente adaptado para outros compiladores. Uma versão final foi montada em cima do microcontrolador PIC18F2550 dentro do controle NES, tornando uma montagem mais compacta. Confira este projeto em http://tecnologicobj12.blogspot.mx/2012/07/control-nes-usb-pic18f2455255044554550.html

controle NES USB PIC18F4550

Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Nota de aplicação: conversor analógico-digital delta-sigma e implementação com PIC

Muitas vezes precisamos de um conversor analógico-digital em nossos projetos com resoluções altas. Dependendo da aplicação, como medição de temperatura ou eventos cuja variação dos valores são lentos, podemos construir estes conversores ao invés de usar um conversor analógico-digital externo. Duas notas de aplicação irão ajudar você em seus projetos: o primeiro pela Maxim desmistifica o uso de conversores analógico-digital delta-sigma e da Microchip que mostra a construção destes conversores em qualquer microcontrolador PIC com comparador de tensão interno. Logicamente que toda a teoria é aplicável a qualquer microcontrolador e software facilmente implementável. Confira a documentação da Maxim em http://www.maximintegrated.com/app-notes/index.mvp/id/1870 e a nota de aplicação da Microchip AN700 em http://www.microchip.com/stellent/idcplg?IdcService=SS_GET_PAGE&nodeId=1824&appnote=en011642

conversor analógico-digital delta-sigma

Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor

domingo, 21 de outubro de 2012

Truques de medição de tensão com Arduino

Sabemos que o Arduino é uma placa onde qualquer um, com um pouco de lógica, consegue desenvolver suas aplicações graças a modularidade e quantidade das shields (placas de periféricos), uma interface totalmente amigável com todas as funções implementadas e a não necessidade de um gravador específico pois este já trabalha com bootloader. Como as funções da IDE do Arduino já estão prontas, não precisamos de nos preocupar com configuração de periféricos, mas em alguns casos esta facilidade pode nos trazer problemas. Um caso típico é o conversor AD, onde é totalmente dependente de uma tensão de referência, e se esta referência for a própria tensão de alimentação poderemos ter problemas de repetibilidade dos valores em AD. Scott Denis em seu blog mostra uma forma de trocar a referência de tensão do conversor AD para um interno de 1,1V ou externo e usar para circuitos onde a tensão a ser lida é baixo. Mais detalhes destas configurações e exemplos de código você poderá encontrar em http://provideyourown.com/2012/secret-arduino-voltmeter-measure-battery-voltage/

conversor AD Arduino

Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, ou ainda deixe uma sugestão ou crítica para deixar o Portal MCU cada vez melhor!